Germinal – Educação e Trabalho

Soluções criativas em Educação, Educação Profissional e Gestão do Conhecimento

Feliz ano novo – 2011 28 de dezembro de 2010

Filed under: Eventos — José Antonio Küller @ 3:18 pm
Tags: ,
Ano Novo 2011 - Helena Kuller

Imagem: Helena Kuller

 

 

(…)

Renova-te.

Renasce em ti mesmo.

Multiplica os teus olhos para verem mais.

Multiplica os teus braços para semeares tudo.

Destrói os olhos que tiverem visto.

Cria outros, para visões novas.

Destrói os braços que tiverem semeado.

Para se esquecerem de colher.

Sê sempre o mesmo.

Sempre outro.

Mas sempre alto.

Sempre longe.

E dentro de tudo.

(…)

 

Os versos são de Cecília Meireles.  Juntos, texto e imagem resumem o que desejamos para todos em 2011.

 

Anúncios
 

Ao mestre com carinho 15 de outubro de 2010

Filed under: Eventos,Sem Categoria — José Antonio Küller @ 3:53 pm
Tags: , , , , , ,

 

Em homenagem ao dia do professor:

 

 

100.000 visitas com Prece 22 de junho de 2009

 

Em 21 de junho de 2009, transcorridos menos de onze meses desde o seu início, o blog Germinal – Educação e Trabalho recebeu a visita de número cem mil. O centésimo milésimo visitante foi um desconhecido.  Não conseguimos identificar de onde ele veio, se foi uma visita breve ou demorada, se gostou ou não do que  leu e viu. Sabemos que não deixou nenhum comentário. 

 

Não recebemos comentário algum em 21/06/2009.

 

O dia 21 foi um domingo. Domingo não é muito diferente de outros dias. Se nos domingos as visitas diminuem, os comentários sempre foram raros durante a breve história do blog. É inquietante esse silêncio.

 

Só de vez em quando uma voz rompe a solidão. Em geral, são leitores que solicitam informações adicionais sobre isso ou aquilo. Temos atendido a todos. Raros, nesta caminhada, são aqueles que comentam o texto. Poucos, porém animadores,  foram os comentários  de incentivo. Agradecemos de coração cada um deles.

 

Acreditamos que eles são porta-vozes da minoria silenciosa, mas significativa, que se manifesta visitando-nos mais de uma  vez.

 

Em Quem Somos, falamos que o primeiro nome da Germinal Consultoria (Germinal – Cultura e Trabalho) revelava o intento de aproximar os universos da cultura e do trabalho. Com o uso intensivo da arte, buscava-se o desenvolvimento de alternativas metodológicas para a aprendizagem significativa e para a construção criativa do conhecimento e de competências, especialmente as necessárias para a inclusão, a qualificação e o desenvolvimento profissional.

 

Essa foi uma tônica que modulou a história da Germinal Consultoria e do nosso blog.

 

Com arte, também queremos comemorar os cem mil acessos. Com poesia, queremos agradecer aos visitantes do sítio, especialmente aos mais fíéis. Para comemoração e agradecimento, escolhemos uma prece. Escolhemos a prece por ser domingo. Por ela apontar para uma superação mesmo após o esgotamento. Por falar de continuidade e de renascimento. Por ser de Pessoa.

 Semtítulo

 

 

 Visite o sítio. Faça um comentário. Se gostar, copie e divulgue o link:   https://germinai.wordpress.com/.

 

50.000 Acessos! 10 de março de 2009

Foto: Smithsonian - National Museum of Natural History

Foto: Smithsonian - National Museum of Natural History

 

 

O ESFORÇO é grande e o homem é pequeno.

Eu, Diogo Cão, navegador, deixei

Este padrão ao pé do areal moreno

E para deante naveguei.

 

A alma é divina e a obra é imperfeita.

Este padrão signala ao vento e aos céus

Que, da obra ousada, é minha a parte feita:

O por-fazer é só com Deus.

 

E ao imenso e possível oceano

Ensinam estas Quinas, que aqui vês,

Que o mar com fim será grego ou romano:

O mar sem fim é portuguez.

 

E a cruz ao alto diz que o que me há na alma

E faz a febre em mim de navegar

Só encontrará de Deus na eterna calma

O porto sempre por achar.

 

Fernando Pessoa, Padrão. In: Mensagem – Fernando Pessoa: Obra Poética. Rio de Janeiro, Nova Aguilar, 1986, p 79.

 

 

 

Estamos comemorando 50.000 acessos em Germinal – Educação e Trabalho. O número foi obtido entre o dia 23/07/2008 e 10/03/2008. Um pouco menos de oito meses.  Como diz o poema, o esforço foi grande, por isso estamos contentes. Agradecemos a todos os que nos tem visitado.

 

 

Além dos 50.000 acessos, acompanhando o dedo da ilustração que aponta para o alto, temos um outro número a comemorar. Em fevereiro, superamos pela primeira vez a marca de 10.000 acessos em um único mês. Em março, provavelmente, essa marca será superada. Com isso, temos a expectativa de completar 100.000 acessos antes do primeiro aniversário do blog.

 

Sabemos que esse número de acessos é pequeno quando comparado aos blogs que são “campeões de audiência”. É pequeno mesmo quando comparado ao número de acessos dos blogs educativos mais populares. Apesar disso, o número tem para nós um significado especial. É um marco, um padrão que motiva a continuidade do trabalho e estimula a busca de aperfeiçoamento contínuo. O porto sempre por achar…

 

Feliz Ano Novo 20 de dezembro de 2008

Filed under: Eventos — José Antonio Küller @ 3:17 pm

 

Natal 2008  

Como sempre faço, pedi à Helena uma ilustração para minha mensagem de fim de ano. Recebi essa.

 

Depois, também como  todo ano, fui à procura de um poema ou letra de música para que, juntos texto e  imagem criassem o contexto de meu desejo de ano bom.

 

 Sempre consegui estabelecer um nexo simples entre os versos e a imagem. Este ano não foi possível. Depois de folhear todo Pessoa, todo Drummond, todo Borges, muito Neruda, um pouco de outros, descartei uma busca em Cecília e desisti. Por mais que tentasse mudar a escolha, um poema me perseguia. É o seguinte:

 

 

SANTA CLARA, clareai

Estes ares.

Dai-nos ventos regulares,

De feição.

Estes mares, estes ares

Clareai.

 

Santa Clara, dai-nos sol.

Se baixar a cerração,

Alumiai

Meus olhos na cerração.

Estes montes e horizontes,

Clareai.

 

Santa Clara, no mal tempo

Sustentai nossas asas.

A salvo de árvores, casas

E penedos, nossas asas

Governai.

 

Santa Clara, clareai.

Afastai

Todo risco.

Por amor de S.Francisco,

Vosso mestre, nosso pai,

Santa Clara, todo o risco

Dissipai.

 

Santa Clara, clareai.

 

Há de certo algo mais fundo que pode unir a ilustração ao poema de Manuel Bandeira. Mas, mesmo sendo óbvio e pouco imaginativo, desejo a todos um ano de muita paz e aconchego e, apesar de todos os obstáculos, repleto de dias felizes.

 

SANTA CLARA, clareai!

 

José Antonio Küller

 

 
%d blogueiros gostam disto: