Germinal – Educação e Trabalho

Soluções criativas em Educação, Educação Profissional e Gestão do Conhecimento

Primeiro dia de Sisutec tem mais de 248 mil inscrições 18 de março de 2014

Filed under: Sem categoria — José Antonio Küller @ 12:03 pm

Aline Valcarenghi – Agência Brasil – 17/03/2014 – Brasília, DF

Até as 19h30 de hoje (17) foram feitas 248.505 inscrições no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Cada canditado pode fazer até duas inscrições. Segundo o Ministério da Educação (MEC), os cursos mais procurados foram técnico em segurança do trabalho (35.062 inscrições); técnico em logística (26.008); técnico em enfermagem (20.484); técnico em informática (15.619) e técnico em edificações (14.592).

De acordo com o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Alécio Trindade, o número ultrapassa o do mesmo período do ano passado. O prazo para inscrição vai até o dia 21 de março. “É um número muito interessante, que mostra o interesse dos jovens em aproveitar a oportunidade. O curso é gratuito, não tem custos e são cursos de muito mercado, como logística, informática, técnico em edificações. São cursos que têm um mercado muito aquecido em termos de empregabilidade”, avaliou Trindade.

O secretário ressaltou à Agência Brasil que o ensino técnico é extremamente importante para o crescimento do país. “Um contingente considerável [de estudantes] fica sem formação porque não tem ensino superior para todo mundo. O Sisutec entra com o papel na formação profissional do cidadão e supre a necessidade de prover o mercado com técnicos, para fomentar o surgimento de novas empresas e da indústria para que possamos manter o nosso crescimento”, disse Trindade.

Por enquanto, para se inscrever no programa, o candidato precisa ter o ensino médio completo, ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e não pode ter zerado na redação. É necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2013, pois o número de inscrição e a senha de outras edições do exame não serão aceitos.

Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes. O candidato também deve definir se deseja concorrer às vagas destinadas aos estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas na condição de bolsista integral ou às vagas reservadas a negros, pardos e indígenas que tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas na condição de bolsista integral, especificamente para acesso às vagas ofertadas pelas instituições federais de ensino ou às vagas destinadas à ampla concorrência.

No período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada. No fim da etapa de inscrição, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem. Caso a nota do candidato possibilite a classificação em suas duas opções de vaga, ele será selecionado exclusivamente na primeira opção.

Serão feitas duas chamadas sucessivas. A cada chamada, os candidatos selecionados têm um prazo para fazer a matrícula na instituição, confirmando dessa forma a ocupação da vaga.

O Sisutec é um sistema informatizado no qual instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos para candidatos participantes do Enem. Entre os dias 7 e 13 de abril os candidatos que não fizeram o Enem e quiserem concorrer às vagas remanescentes do Sisutec terão a oportunidade de se increver.

Em sua segunda edição, o programa vai oferecer 291.338 vagas, um aumento de 21% em relação ao ano passado. As inscrições ocorrem exclusivamente pela internet pelo site http://www.sisutec.mec.gov.br

Entenda como funciona o Sisutec

Portal Brasil – Revista Gestão Universitária – 18/03/2014 – Belo Horizonte, MG

Desde 2013, os estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem, além de concorrer a vagas nas instituições de ensino superior cadastradas, tentar ingressar em cursos profissionalizantes em instituições de educação profissional e tecnológica. As inscrições são feitas por meio do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), o sistema informatizado no qual instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos.

Para fazer a inscrição no Sisutec , é necessário que o candidato tenha feito as provas do Enem do ano anterior e obtido nota superior a zero na redação. A inscrição é feita exclusivamente pela internet, por meio da página do Sisutec, e sem a cobrança de taxas. Os estudantes devem informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2012. Os dados de outras edições do exame não são aceitos.

Para fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes. Ele também deve definir se deseja concorrer às vagas para quem tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas como bolsista integral; ou às vagas reservadas para negros, pardos e indígenas que tenham cursado o ensino médio completo em escola pública ou escola privada com bolsa integral.

Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada. Ao final, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem.

Serão selecionados somente os candidatos classificados dentro do número de vagas ofertadas em cada curso. Caso a nota do candidato possibilite sua classificação em nas duas opções de curso que ele fez, ele será selecionado exclusivamente na primeira opção. Assim como no Sisu, haverá duas chamadas dos selecionados e, em cada uma delas, os candidatos terão um prazo para efetuar a matrícula na instituição.

Durante as duas chamadas, o candidato que optar por uma determinada modalidade de concorrência estará concorrendo apenas com os candidatos que tenham feito essa mesma opção, e o sistema selecionará, dentre eles, os que possuírem as melhores notas no Enem do ano anterior. O Sisutec também tem algumas especificações em relação ao número e às cotas das vagas oferecidas:

– 85% das vagas serão destinadas aos estudantes que, independentemente de renda per capita familiar, tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas como bolsista integral.

– 50% das vagas das instituições da rede federal serão reservadas aos estudantes de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, per capita, que tenham cursado o ensino médio completo em escolas públicas ou em instituições privadas com bolsa integral.

– Aos autodeclarados negros, pardos e indígenas, interessados em cursos de Instituições Federais de Ensino, será reservado o percentual, por curso e turno, correspondente aos dados populacionais mais recentes, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, referentes à Unidade Federativa em que se encontra a Instituição ofertante. Para eles, também há a opção de ter ou não a renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio, per capita, mas é necessário ter cursado integralmente o ensino médio em escola pública ou privada com bolsa integral.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s