Germinal – Educação e Trabalho

Soluções criativas em Educação, Educação Profissional e Gestão do Conhecimento

Usina Ibéria contrata 10 participantes do Programa Jovem Aprendiz Rural 30 de agosto de 2010

O site da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (FAESP/SENAR) publicou a seguinte notícia sobre o Programa Jovem aprendiz Rural:

jovem aprendiz Rural de Adamantina 4 A Usina Ibéria contratou 10 participantes do Programa Jovem Aprendiz Rural do SENAR-AR/SP. A contratação foi firmada, mediante a presença dos pais e responsáveis pelos menores. Em Borá, o Programa, que está sendo desenvolvido por intermédio de convênio entre o SENAR-AR/SP, Sindicato Rural local e Prefeitura do Município está capacitando 35 aprendizes.


JAR Anhumas Horta do Terreno Experimental Os contratados deverão atuar junto à Usina Ibéria nos setores agrícola, recursos humanos, segurança, patrimônio, tecnologia e informação. O contrato terá a duração de 6 meses podendo ser prorrogado de acordo com a necessidade da empresa.


O Programa Jovem Aprendiz Rural de Aprendizagem Rural do SENAR-AR/SP tem como objetivo proporcionar ao jovem a educação profissional, básica e genérica, necessária para o mundo do trabalho em todas as atividades produtivas do meio rural, complementadas com o desenvolvimento das competências de empreendedorismo.


Durante as aulas, os jovens não só tomam conhecimento das mais modernas técnicas que podem ser incorporadas que podem ser incorporadas nas atividades do meio rural, como se credenciam para o incremento do setor da agropecuária, por estarem munidos de modernos instrumentos, tanto em nível teórico como prático, necessários para o desenvolvimento socioeconômico e cultural do campo.



JAR Bragança Paulista

O Programa Jovem Aprendiz Rural, destinado aos jovens oriundos do campo e aprendizes, foi desenvolvido pela Germinal Consultoria para o SENAR de São Paulo. Busca desenvolver competências básicas para o trabalho, competências gerais para o trabalho rural e competências para o empreendedorismo.


Para o desenvolvimento dessas competências, tem uma organização curricular composta por Projetos e Oficinas, como pode ser visto aqui.


Para cada um dos componentes curriculares foi elaborado um manual para o coordenador docente e uma Cartilha do Aprendiz, de modo a propiciar um referencial para a ação docente, um material de apoio para os alunos e facilitar a integração e o treinamento dos professores do Programa. Para conhecer agumas amostras desses manuais, clique aqui.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s