Germinal – Educação e Trabalho

Soluções criativas em Educação, Educação Profissional e Gestão do Conhecimento

Aprendizagem Rural: Colheita e Armazenagem 22 de novembro de 2009

 

 O texto postado a seguir é a orientação para uma visita técnica do Progama de Aprendizagem Rural, que foi desenvolvido pela Germinal Consultoria para o SENAR de São Paulo. A orientação para a visita está incluída no Manual do Instrutor do Projeto Articulador “Tornar uma Área Produtiva de Forma Sustentável”, Parte IV: Manejo e Colheita.

 

 

 

Visita técnica: Colheita e armazenagem

 A sessão de aprendizagem acontecerá em uma ou mais unidades de produção agrícola de grande porte. Se for possível, a turma será dividida em quatro grupos. Cada grupo deverá visitar uma propriedade rural dedicada à produção agrícola. Sendo possível, um dos grupos visitará uma unidade de produção diversificada de olerícolas. Outro grupo visitará uma propriedade dedicada às culturas anuais. Um terceiro grupo observará, em propriedade especializada, a colheita de produtos de culturas perenes ou semiperenes.

 

 É importante que a unidade visitada esteja em procedimento de colheita das culturas em questão. Você decidirá sobre a necessidade de deslocamento desta sessão para um momento posterior do Programa de Aprendizagem Rural, fazendo as adaptações necessárias, se preciso.

 

 No caso de impossibilidade de visita a várias propriedades, todos os grupos visitarão uma unidade de produção de olerícolas e de especiarias, onde a atividade de colheita é mais contínua. Neste caso, é recomendável que cada grupo de aprendizes observe as colheitas das espécies pertencentes a um mesmo tipo de olerícola ou especiaria. A saber:

● Grupo 1 – olerícolas folhosas (alface, almeirão, rúcula…);

● Grupo 2 – olerícolas de flor (alcachofra, couve-flor, brócolo…);

● Grupo 3 – olerícola de frutos (tomate, abóbora, pepino, pimentão…);

● Grupo 4 – olerícola de raízes, tubérculos e bulbos (cenoura, cará, mandioquinha, rabanete, alho, cebola, aspargo, cebolinha…)

● Grupo 5 – especiarias (manjericão, salsa, orégano, coentro…).

 

 Seguindo instruções da Cartilha do Aprendiz, os grupos utilizarão, como orientação de trabalho, a ficha de observação inserida no quadro a seguir e também disponível na referida cartilha.

 

clip_image002

 

Durante a visita, enquanto objetivo secundário, solicite que os aprendizes investiguem as formas de manejo das culturas em observação, em especial naqueles aspectos do manejo que apresentem problemas no terreno experimental. O foco principal da visita será, no entanto, os procedimentos relativos à colheita e armazenagem da cultura em observação.

 

 Cada grupo utilizará tantas fichas de observação quantas forem as culturas observadas, preenchendo em todas elas a coluna “Procedimentos”, com o registro das formas de proceder utilizadas na propriedade que está sendo visitada. Se vários grupos observarem a mesma cultura, na mesma propriedade, reserve algum tempo no fim da sessão para integrar as observações de todos os grupos em uma única ficha.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s