Germinal – Educação e Trabalho

Soluções criativas em Educação, Educação Profissional e Gestão do Conhecimento

Sonhos de Empreendedorismo: As Unidades Móveis de Conservação e Manutenção 13 de novembro de 2008

 

 

Telhados de Cacilhas

Telhados de Cacilhas, Foto Manuel Barão

Você pode morar em uma casa ou em um apartamento. Mas, uma coisa é certa. Você tem sempre algo pequeno para consertar: uma torneira que vasa, um vaso sanitário que pinga, uma porta com a dobradiça quebrada, uma gaveta que não abre ou não fecha, uma tomada que não funciona, um soquete de lâmpada enferrujado, um ladrilho descolado ou quebrado, uma parede cuja pintura requer um pequeno retoque, uma engrenagem qualquer que desandou…

 

Em uma casa, a lista pode ser mais extensa: a telha quebrada, a calha enferrujada ou por limpar, a calçada esburacada, a porta da garagem que enrosca, o portão que range, a árvore do jardim que cresce demais, uma ou duas roseiras para podar… São todos pequenos serviços que exigem um profissional especializado ou, pelo menos um curioso competente.

 

Pergunte aos amigos. Todos têm problemas assim em casas ou apartamentos. Todos têm dificuldades para solucionar esses problemas. Como incomodam pouco, requerem pequenas intervenções e profissionais de especialidades diferentes, acabamos convivendo com eles. Não investimos tempo para contatar ou contratar os profissionais necessários para fazer todos esses pequenos reparos.

 

Mais recentemente, algumas companhias de seguro têm oferecido a prestação desses serviços. Mas, pela variedade e diversidade de profissionais requeridos, o problema persiste.

 

Ora, todo problema percebido por um número expressivo de pessoas é uma oportunidade de empreendedorismo.  Assim pensando, tenho uma solução para o caso: as Unidades Móveis de Manutenção e Conservação (UNIMANU).

 

Os telhados de Lisboa

Os telhados de Lisboa

Cada UNIMANU seria uma equipe de profissionais, gradativamente mais polivalente, de manutenção e conservação (eletricista, encanador ou bombeiro, pedreiro, pintor, jardineiro…). O número e a composição da equipe poderiam variar em função do mercado a ser atendido.  Cada equipe contaria com um veículo próprio para locomoção e um kit de ferramentas e materiais básicos de consumo para a prestação dos serviços.

 

Uma jovem ou madura senhora coordenaria a equipe e, apoiada por um serviço de telemarketing, seria responsável pelos contatos com os clientes. A ela caberia identificar os consertos necessários, estabelecer o orçamento e distribuir o trabalho para o restante da equipe. Dada a complexidade da função, seria necessário desenhar e implementar um processo de gestão participativa. A UNIMANU poderia contar com o apoio da Germinal no treinamento dessas coordenadoras.

 

As equipes circulariam pelas ruas e bairros da cidade precedidas por uma campanha de tele marketing. Nos bairros mais verticalizados, a campanha seria centrada especialmente nos síndicos dos edifícios que poderiam receber também um material de apoio (folhetos, pequenos cartazes), que ampliasse a divulgação. Nos outros bairros, poderia ser utilizado o recurso complementar do alto-falante, instalado em cada veículo (pamonha, pamonha, pamonha…). Todo serviço seria contratado e terminado no mesmo dia.

 

Pelas características do empreendimento, ele pode ser operado como uma cooperativa de prestadores de serviços. A idéia pode ser aproveitada por órgãos governamentais responsáveis por projetos de geração de emprego e renda. Ou, então, apropriada por alguém carente de uma idéia e com sobras de dinheiro para investir.

 

Vislumbrem o potencial de crescimento da UNIMANU. Façam viver essa idéia.

 

 

Idéias de empreendedorismo germinam não apenas empreendimentos, mas os novos produtos, as novas formas de fazer o mesmo, as recriações da organização do trabalho… Eles e elas são criados muitas vezes a partir de sonhos ou fantasias, inicialmente sem compromisso nenhum com sua implementação.

 

Este espaço é reservado a esse tipo de sonhos e fantasias. Ele está aberto a todos que gostariam de relatar um sonho de empreendimento que um dia, talvez, venham a realizar. Mas, também está aberto aos sonhos impossíveis ou simples e ociosas fantasias que já tivemos e nunca concretizamos e nem iremos implementar.

 

Fantasias de empreender ou sonhos de empreendedorismo: conte os seus! Clicando aqui, envie-nos seus sonhos. Eles serão publicados neste espaço.

 

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s