Germinal – Educação e Trabalho

Soluções criativas em Educação, Educação Profissional e Gestão do Conhecimento

Letramento digital – Amostra I de sessão de Aprendizagem 20 de junho de 2008

                           

Neste post está publicado texto correspondente ao roteiro para o coordenador orientar a  Sessão de Aprendizagem (aula) 1/5 da primeira etapa (Nutrir) do Projeto Letramento Digital. Foi extraído do livro Letramento Digital (Küller J. A. e Rodrigo, N. Rio de Janeiro, Senac Rio, 2006.). O texto foi editado de forma diversa a da publicação original. Corresponde à primeira sessão da quinta etapa (Criar).

O projeto Letramento Digital é uma iniciativa do Senac Rio e da Germinal Consultoria, em parceria. Destina-se à inclusão digital de pessoas com dificuldades de leitura e escrita. Para mais informações sobre o Projeto, clique aqui.      

 

                                                                 

 Primeira Sessão de Aprendizagem

 

 

PROJETO LETRAMENTO DIGITAL

ETAPA: NUTRIR

SESSÃO 1/5

Competências

 Situação de Aprendizagem

Recursos

Tempo

 

Ter autonomia em seu processo de aprendizagem, desenvolvendo estratégias de superação de desafios.

 

Estabelecer relações de parceria para facilitar a aprendizagem.

 

Resolver problemas autopropostos, explorando sem receio todas as possibilidades do ambiente computacional limitado.

 

Operar o mouse.

 

 

Cena 1: Recepção com bolo e parabéns.

Bolo, café e música.

15’

Cena 2: Meu computador, o letramento e eu

Tarjetas com nomes.

45’

 

Cena 3: Liberou geral

 

 

 

60’

 

Cena 4: Conversando sobre a experiência

 

 

 

 

 

45’

 

Cena 5: A despedida

 

Chá, café e bolo.

 

15’

Vincent Van Gogh - Sunflowers in Vase - Wikipedia

Vincent Van Gogh - Sunflowers in Vase - Wikipedia

 

 

A sala já está ambientada para a etapa Nutrir. Cada computador recebe um número, que deve estar escrito em um cartão nele afixado. O computador de número 1 é o do coordenador. Na mesa de cada computador, escritos em um cartão, estão distribuidos os nomes dos participantes. O computador do coordenador reproduz a música Parabéns pra Você:

 

 

Parabéns pra você

Nesta data querida,

Muitas felicidades,

Muitos anos de vida.

 

 

Em uma mesa lateral: um vaso com flores, uma bandeja com chá, café e um bolo caseiro[1], metade dele cortado em pedaços. Na toalha, que cobre a bandeja e abriga o bolo ou sobre a mesa, está escrita a frase: Parabéns pra Você! Embaixo de cada pedaço de bolo, estão os nomes dos participantes escritos com o mesmo tipo de letra utilizada nos cartões distribuídos pelos computadores. 

 

 

DESENVOLVIMENTO DA PRIMEIRA SESSÃO (1/1) 

 

Cena 1: Recepção dos Participantes com Bolo e Parabéns

Participantes: entram na sala e são recepcionados pelo coordenador com “Parabéns pra você” como fundo musical, à chegada de cada participante.

Coordenador: cumprimenta o participante, apresenta-se, pergunta-lhe o nome e o convida para tomar um café, enquanto aguarda a chegada dos demais participantes e/ou o início dos trabalhos. 

Atenção, coordenador:     o momento pode ser aproveitado para a observação da reação dos participantes. Verificar se eles levam em consideração a identificação dos pedaços de bolo; que aspectos da sala chamam mais a atenção. Notar a atração ou a repulsa provocada pelos computadores ligados.  

 

Cena 2: Meu Computador, o letramento  eu              

                                                                 

Quando a maioria dos participantes já estiver presente…   

Aplle Mouse - Wikipeia

Aplle Mouse - Wikipeia

Coordenador: Vamos começar? Quero desejar boas vindas a todos vocês. A música Parabéns pra Você está sendo tocada em homenagem a todos os que estão presentes. Hoje é uma data querida para todos nós. O dia do início de uma nova aprendizagem é sempre um dia especial. É como um renascimento. Deve ser comemorado. Aqui estão os computadores já ligados. Na mesa de cada computador, está escrito um nome. O nome de cada um de vocês está escrito na mesa de um dos computadores. O nome na mesa do computador marca o local de trabalho de cada um. Quero que cada um encontre o seu lugar.  

                                                                      Uma pausa um pouco mais longa…

Coordenador: Todos encontraram seu lugar? Muito bem! Gostaria conversar um pouco sobre o nosso curso. Pelo início, vocês já perceberam que vai ser um curso diferente. Não é apenas pela arrumação da sala, pela presença dos computadores, pela música a tocar que este curso será diferente. Mas vamos, primeiro, fazer uma apresentação mais geral do curso. (Apresentar o programa, os objetivos, as etapas, o cronograma, a importância da inclusão digital. Fazer uma exposição tão detalhada quanto permita o interesse inicial do grupo).

Coordenador: Gostaria agora de saber um pouco de vocês. O nome de cada um. O que faz. O que gosta de fazer. Por que se interessou pelo Letramento Digital.

Participantes: Incentivados pelo coordenador, os participantes se apresentam.

 

Cena 3: Liberou geral

Beispielbild für Computerkunst, erstellt mit Adobe Illustrator CS2

Fhoto taken by Kobato - Computer art: Beispielbild für Computerkunst, erstellt mit Adobe Illustrator CS2

Coordenador: Como já foi mencionado na apresentação do projeto Letramento Digital, nós vamos aprender sempre com base em problemas, em desafios. Aprendemos melhor sempre que temos um problema a resolver. Aquilo que se aprende com a solução de um problema jamais se esquece. Bem, todos já devem estar cansados de tanta conversa e loucos de vontade de mexer nos computadores. Afinal de contas, é para isso que vieram aqui. Não vou fazê-los esperar mais. Lanço, então, o primeiro desafio de aprendizagem. Vocês vão explorar livremente o computador e todos os seus recursos. Para isso basta usar o mouse.

                               Mostrar rapidamente o uso do mouse.

Participantes: Sem nenhuma intervenção do coordenador, livremente, exploram os recursos do computador e trocam suas descobertas.

  

Cena 4: Conversando sobre a experiência

Coordenador: Muito bem! Vamos conversar um pouco agora. Como foi para vocês esse primeiro contato com o computador?

Participantes: Incentivados pelo coordenador, que explora as falas que revelam a perda do receio e o encanto das descobertas, falam sobre seu primeiro contato com o computador.

 

Cena 5: A Despedida

Coordenador: É muito bom perceber que vocês não acharam tão difícil mexer com o computador. Perceberam que para aprender a trabalhar com o computador é preciso mexer nele. Usá-lo. Por isso, é muito importante que vocês aproveitem todo o tempo disponível de nossos encontros. Procurem não chegar atrasados; não faltar. Cada momento perdido é uma oportunidade perdida de aprender. Antes de terminarmos, vamos tomar mais um café e comer mais um pedaço de bolo?

Coordenador e participantes: Confraternizam-se e despedem-se em torno da mesa do café.


[1] O bolo deve provocar, na maioria, reminiscências da infância. Sugere-se o bolo de fubá.  

[2] É interessante que os nomes escritos nos cartões colocados sobre as mesas dos computadores e nos suportes dos pedaços de bolo sejam aqueles pelos quais os participantes gostam de ser chamados. Tais nomes poderão ser conhecidos no momento da inscrição para a Oficina. Um campo na ficha de inscrição, por exemplo, pode ser preenchido com o nome pelo qual o participante gosta de ser chamado.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s